como fazer molho pesto
  • Facebook

 

receita de molho pesto
  • Facebook
O molho pesto é tão bom e tão fácil de fazer! Tem origem na gastronomia italiana, mas eu costumo usá-lo em muitas outras receitas para além das massas. É bom para enriquecer sandes e saladas e para acompanhar peixe ou carne. Se envolvido em massa acabada de cozer al dente é uma maravilha e conseguimos um prato simples e nutritivo em poucos minutos. Um bocadinho de pesto em cima do rissoto também lhe dá um toque espetacular!

O molho pesto (piso, na versão portuguesa) é uma mistura de folhas verdes, frutos secos e queijo com mais alguns temperos. O truque para que fique saboroso e com boa consistência é a proporção entre os ingredientes e o tempero, claro! O pesto mais tradicional é o de manjericão com pinhões tostados, mas podemos fazer imensas versões com o que preferirmos e tivermos em casa. Experimentem substituir os pinhões por caju tostado, nozes ou amêndoas e as folhas de manjericão por salsa, coentros, espinafres ou até rúcula, para quem gosta de sabores mais amargos. Misturar várias folhas diferentes também é bom. Quanto ao queijo, usem qualquer um de pasta rija: o nosso queijo da Ilha açoriano, queijo pecorino, queijo parmesão ou o espanhol manchego.

Quanto às proporções, use sempre as mesmas: tenha a mesma quantidade de frutos secos e queijo (40 gr de cada, como indico na receita no fim do artigo) e os mesmos 40 gr de folhas verdes, o que equivale ao dobro do volume do queijo ou frutos porque as folhas são muito mais leves. Em resumo, será meia chávena de frutos secos, meia de queijo e o dobro do volume de folhas, um alho e 10 colheres de sopa de azeite. No fim do artigo têm uma receita de pesto de nozes com espinafres. Vejam o vídeo e confirmem como este molho é super fácil de fazer 🙂 As Dicas da Paparoca têm o apoio da Candy.

 

 

Ingredientes para o pesto de espinafres e nozes

40 gr de folhas de espinafres
40 gr de queijo da Ilha
40 gr de nozes
1 dente de alho não muito grande
10 colheres de sopa de azeite
Sal e pimenta qb

Preparação

Comece por colocar as nozes e metade dos espinafres na picadora. Também pode colocar num copo largo e usar a varinha mágica para triturar. Triture um pouco, depois raspe as paredes do copo e junte as restantes folhas, o queijo em pedaços pequenos ou ralado, o alho e vá juntando o azeite. Triture. Tempere de sal e pimenta e volte a triturar até obter uma pasta cremosa. Vá juntando o azeite em fio até o gastar todo. No fim, quando tiver um molho cremoso, junte ainda mais um pouco de azeite e mexa com uma colher.

Dica: quem não gostar de alho ou achar o sabor muito forte, não junte o alho ou adicione apenas metade.

O prato que apresento na foto consiste em esparguete integral cozido com o pesto de espinafres e nozes e salmão fumado.

Dicas de conservação

Pode usar este molho no momento ou guardá-lo num frasco (de preferência esterilizado). Se o guardar, coloque o molho no frasco e alise o mais possível, cubra com um pouco de azeite para ajudar a conservar. Aguenta no frigorífico 4 dias.

receita de molho pesto
  • Facebook