bolo de tâmaras e laranja
  • Facebook

Em primeiro lugar, feliz Dia da Mãe para todas as mães e para todos os filhos. E também para as avós, que são nossas mães a dobrar e nos dão um amor tão especial! Eu costumo ir sempre dar um miminho e um beijo à minha avó no Dia da Mãe 🙂 E este ano vou levar-lhe um pedaço deste bolo delicioso!

Se também quiserem mimar as vossas mães e avós com um doce, deixo-vos esta sugestão de bolo (receita no fim do artigo) que fiz com as tâmaras – enormes e suculentas – que trouxe de Marrocos. Fomos de férias até lá e vim fascinada com os cheiros, cores e sabores. Trouxe especiarias, tâmaras, óleo de argão – que é muito bom para hidratar a pele e o cabelo e numa das versões também é usado para cozinhar – e vários produtos naturais de cosmética, todos com cheiros maravilhosos.

Não experimentei todas as delícias da gastronomia marroquina porque para apreciar verdadeiramente suponho que tinha que arriscar mais… Fomos bastante cuidadosos com o que comemos e com os sítios onde fomos para evitar desarranjos gástricos. Só arriscando mais é que é possível experimentar todas as iguarias. Ainda assim, comemos sempre o tradicional – com exceção do meu sobrinho e o meu marido às vezes!! que comeram pizza e hamburgueres 😉 As refeições mais habituais foram as tagines e os couscous. Também provei chamuças, os briwats, como os marroquinos lhes chamam, os salgados e os doces. Os briwats doces têm recheio de amêndoa ou outros frutos secos, já tinha provado no sul de Espanha e são deliciosos! Fiquei fã e já experimentei fazer, são pequenos triângulos com massa fininha, recheados com pasta de amêndoa, fritos e passados em mel. Outra coisa que adorei foi um género de panquecas que serviam ao pequeno-slomoço. A massa é preparada com farinha e manteiga, achatada e cozinhada numa frigideira com um pouco de óleo. O resultado é algo entre crepes e panquecas, a textura é fina, ligeiramente crocante e deliciosa. Come-se simples, com manteiga ou compota. Comi imensas, gostei mesmo muito!

As tâmaras também são um dos ingredientes utilizados na doçaria do norte de África, bem como nos pratos salgados. A melhor tagine que comi durante as férias foi esta a que chamam “mrouzia” e que podem ver nas fotos. É composta por carne de borrego e um molho espesso e doce com nozes, tâmaras e ameixas secas ou outros frutos secos. Também levava ovos cozidos. Gostei imenso desta tagine que comemos num dos almoços enquanto fazíamos a viagem pela montanha do Atlas, a caminho de Ouazarzate e das Portas do Deserto. Tagine é o nome do prato e também do recipiente de barro em forma de chaminé onde cozinham a carne, legumes ou outros ingredientes. Normalmente a carne é de borrego ou frango. Também há tagines vegetarianas e de peixe.

Voltando à receita do meu bolo, combinei as tâmaras com a laranja, pois são dois dos ingredientes que comi em Marrocos com muita qualidade e que conjugam bastante bem. Voltei a usar farinha de espelta integral neste bolo e ficou muito fofo, mais uma vez. O interior é macio e nada seco, é um bolo com alguma humidade. Estou rendida à farinha de espelta! Espero que gostem da sugestão. Vejam a receita em baixo, a seguir à foto.

  • Facebook

Ingredientes

4 ovos tamanho L
250 gr de açúcar
1 colher de chá de açúcar baunilhado
125 gr de manteiga sem sal
180 gr de farinha integral de espelta
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
100 gr de tâmaras
1 laranja grande

Preparação

Comece por cortar a laranja em gomos e as tâmaras ao meio. Reserve. Bata o açúcar com a manteiga, o açúcar baunilhado e a raspa da casca da laranja. Bata bem e vá juntando os ovos um a um até obter um creme bastante fofo e volumoso. Junte a farinha e o bicarbonato e envolva com uma espátula sem bater muito. Deite a massa numa forma untada. Por cima coloque os gomos da laranja e as metades de tâmaras, intercalando de forma a que toda a massa fique coberta. As tâmaras e os gomos de laranja vão afundar durante a cozedura, é mesmo assim – quando desenformar e virar o bolo, vão ficar na parte de cima do bolo. Leve a massa a cozer ao forno pré-aquecido a 200º. Deixe cozer durante 45 minutos. Retire do forno e desenforme. Sirva com gomos de laranja.

Bom apetite!

bolo de tamaras e laranja
  • Facebook

 

 

  • Facebook