Adoro Toucinho do Céu, adoro todo os doces conventuais e os que levam amêndoa em particular. Fiz esta sobremesa para um jantar de amigos, uns convidados que vieram do Porto passar o fim de semana connosco e que foram excelente companhia e excelentes garfos!
Esta receita de Toucinho do Céu é inspirada em várias que pesquisei e algumas que provei. A maior diferença em relação à maioria das receitas de Toucinho do Céu é o facto desta ter menos açúcar em proporção com a quantidade de gemas e amêndoa. O objetivo é mesmo saber bastante à amêndoa. Objetivo conseguido e os convidados adoraram!
Ingredientes:
400 gr de açúcar
1,6 dl de água
10 gemas grandes (usei 12 porque os ovos que tinha eram pequenos/médios)
300 gr de amêndoa pelada e moída
50 gr de manteiga sem sal

Preparação:
Num tacho junte a água com o açúcar e deixe ferver até atingir o ponto
de pérola. Depois retire do lume e junte a amêndoa, mexa bem. Junte
também as gemas previamente desfeitas. Junte-as aos poucos para não
talharem. Volte com o tacho ao lume médio só para cozer os ovos e vá
mexendo sempre (cerca de 5 minutos). Retire do lume, junte a manteiga,
deixe-a derreter, mexendo. Depois de bem misturado, verta o preparado
numa forma retangular untada e leve ao forno a 150ºC até o pudim estar
consistente (25 a 40 minutos conforme os fornos, o importante é que a
temperatura não seja muito alta para conseguirmos a consistência
desejada). O tempo de cozedura também terá a ver coma dimensão da forma. Se o preparado for colocado numa forma muito baixa e larga, leva menos tempo a cozer, de estiver menos espalhado, ou seja, se o preparado estiver com maior altura dentro da forma, vai levar um pouco mais de tempo. Podemos avaliar a consistência pressionando o preparado com a ponta do dedo ao fim de 25 a 30 minutos de cozedura.

Para servir, podemos apenas polvilhar com açúcar em pó ou juntar uma redução de vinho do Porto, que foi o que fiz.

Redução de vinho do Porto e laranja:
Num tacho coloque 2 dl de vinho do Porto, 2 colheres de sopa de água e uma de açúcar. Deixe reduzir em lume brando até o vinho reduzir e ficar numa calda ou xarope caramelizado. Assim que isso acontecer, deglaceie com sumo de laranja. Deixe o lume muito baixo e junte uma a três colheres de sopa de sumo de laranja, lentamente e mexendo sempre. O objetivo desta deglaçage é reidratar o molho, diluindo-o um pouco e acrescentando sabor com o sumo de laranja. Atenção que não deve ficar demasiado líquido, pelo que o sumo de laranja deve ser acrescentado com moderação. Coem o molho e deixem arrefecer antes de o servir. Deve ficar brilhante e espesso. O resultado final é maravilhoso!