Esta é a receita de Sonhos de Natal que está num livrinho que ofereci à minha avó em abril de 93, por ocasião do 63º aniversário dela. Este ano a avó já completou 86 primaveras. Deu-me o livrinho, que tem receitas e anotações escritas pela sua própria mão, por mim e pela minha prima. Já me disse que vai fazer pastéis de bacalhau e pudim para trazer para a ceia de Natal. Não é das melhores prendas que se pode receber? Adoro a minha avó!
Ingredientes:
2,5 dl de água
2,5 dl de leite
100 gr de margarina
1 casca de limão
Uma pitada de sal
6 ovos
300 gr de farinha de trigo (usei farinha muito fina já com fermento)
Óleo para fritar
Açúcar e canela qb para polvilhar

Preparação:
Deite a água, o leite, a margarina, a casca de limão e uma pitada de sal num tacho e deixe aquecer até ferver. Nesse momento junte a farinha toda de uma vez e mexa, com o lume médio, até que a massa faça uma bola e se despegue do tacho (tal como na massa de rissol). Deixe a massa arrefecer e retire a casca de limão. Depois coloque-a na batedeira (ou bata à mão com uma colher de pão, mas é necessário bater com muita força para a massa ficar fofa). Vá batendo e juntado os ovos inteiros um a um até que a massa esteja a fazer bolhas. Deve bater cerca de 12 minutos na batedeira com o gancho. Aqueça óleo entre os 180º e os 190º e frite colheradas de massa durante 7 a 10 minutos, conforme o tamanho. As bolas de massa devem crescer, “tufar” e rebentar, é isso que faz com que os fritos fiquem fofos. Tirei a foto de um por dentro para verem como deve ficar, a massa fofa, esburacada e mesmo oca. O óleo não deve estar demasiado quente para que os fritos não fiquem queimados por fora e a massa crua por dentro.
Espero que gostem, estes sonhos são divinais por serem muito fofos e ficarem ocos e leves.
Depois de os fritar, polvilhe com uma mistura de açúcar e canela. eu costume retirá-los da fritadeira com uma espumadeira, escorrer um pouco e depois coloco-os diretamente no açúcar com canela.

Bom apetite e boas festas!