gratinado de bacalhau
  • Facebook

gratinado bacalhau e legumes
  • Facebook

Hoje assinala-se o Dia Mundial da Alimentação. Além de vos trazer uma proposta de bacalhau, que ficou uma delícia, convido-vos a um pouco de reflexão sobre a questão da comida e do desperdício alimentar. Quem me conhece, sabe que sou um bocado radical com isto do desperdício. Não sou radical em mais nada na cozinha: como de tudo, não excluo nada da minha alimentação, ainda que tente reduzir cada vez mais o consumo de alimentos processados e carne (até porque adoro as outras alternativas!). Há muito tempo que o faço, não é de agora. Mas não ponho nada de fora da minha mesa porque, felizmente, posso comer de tudo e sou demasiado gulosa para excluir alguma coisa. Defendo é que devemos comer moderadamente e tendo em atenção as escolhas que fazemos. Também defendo que tudo, mas mesmo TUDO, é para aproveitar na cozinha. Aqui em casa não deito nada fora. Organizo-me quando faço as compras, quando guardo ou congelo os alimentos e, diariamente, com as refeições. Se sobra, aproveito. Muitas pessoas dizem que guardam o que sobrou e que isso serve apenas para adiar o ato de deitar fora. Se forem organizados, isso não é verdade. No meu caso, normalmente como o que sobra logo no dia seguinte porque tenho escritório em casa e é em casa que almoço, regra geral. Quando assim não é, aproveito de outras formas. Um resto de peixe, carne ou legumes fazem uma deliciosa omeleta ou frittata, um resto de arroz faz uns croquetes ou uns arancini (vejam AQUI as receitas). Quando sobra muita carne congelo até ter uma quantidade razoável para empadão ou croquetes. Na sopa coloco todas as partes dos legumes, incluindo os talos mais rijos e até mesmo as cascas (da abóbora, cenoura, courgette, depois de lavadas, claro está). Se sobra massa cozida, na refeição seguinte faço um salteado de cogumelos e junto à massa, guarnecendo com algum azeite para que volte a ficar solta. Desde que não esteja demasiado cozida, vai aguentar-se perfeitamente. Batata cozida pode ser aproveitada para fazer tortilha ou para cortar em cubos e saltear na frigideira. Em relação à água de cozer legumes, costumo aproveitá-la para a sopa ou para caldos, tal como aproveito a água de cozer o bacalhau ou o polvo. Quando não uso de imediato, congelo. Enfim… é só puxar pela imaginação para dar nova forma e sabor às sobras, transformando-as num prato delicioso! Este gratinado de bacalhau que vos trago hoje pode muito bem ser feito de bacalhau e legumes que tenham sobrado. Eu fiz com bróculos, mas podem fazer com cenoura, courgette

Ingredientes para 4 a 6 pessoas

3 postas de bacalhau grandes
800 gr de batata (para fazer puré)
80 gr de presunto
600 gr de bróculos (apenas as floretes)
2 cebolas
4 dentes de alho esmagados
1 folha de louro
Azeite qb
Sal e pimenta qb
Farinha e caldo de cozer os legumes  (para fazer o molho branco)
Leite, noz moscada e manteiga qb para o puré

Preparação

Coza os bróculos e reserve. Coza as batatas para fazer puré. Desfie o bacalhau, retirando espinhas e peles. Também pode usar sobras de bacalhau cozido.

Corte a cebola em rodelas e coloque na frigideira com azeite, os alhos esmagados, a folha de louro e o presunto cortado em cubos, deixe refogar, cozinhando até a cebola ficar mole e transparente. Nesse momento, junte o bacalhau desfiado, envolva e deixe cozinhar 3 a 5 minutos, conforme o bacalhau esteja cru ou cozido quando entra na frigideira. Depois vá juntando farinha em chuva e caldo de cozer os legumes, alternadamente. Esta é uma forma de fazer uma espécie de bechamel mais rapidamente. Em vez de fazer o molho à parte, vou engrossando o preparado diretamente na frigideira até ficar bastante cremoso. Para esta quantidade, usei cerca de 3 colheres de farinha bem cheias e 4 dl de caldo. Vão adicionando intercaladamente e mexendo sempre até obterem um preparado cremoso. Retifique temperos de sal e pimenta. Quando estiver pronto, junte as floretes de bróculos cozidas e cortadas em pequenos pedaços.

Faça um puré das batatas, esmagando-as e adicionando um pouco de leite, manteiga e noz moscada.

Unte um tabuleiro de forno com manteiga, deite o preparado de bacalhau no tabuleiro e cubra com o puré de batata. Por fim, salpique com salsa picada. Leve ao forno a gratinar a 220º. Sirva só assim ou com uma salada verde.

Bom apetite! Comam bem e de forma saudável!